Manuel Lapa, “senhor Da Luz e Das Sombras”, em exposição em Matosinhos

blog4

Default

Traçou Portugal, um país de turismo, costumes populares e História — ou, pelo menos, era assim que o desenhava Manuel Lapa (Lisboa, 1914-1979) ao serviço do Estado Novo. Director artístico da Exposição do Mundo Português (1940), monumental obra de propaganda do regime, é “um dos mais fascinantes artistas gráficos portugueses dos meados do século XX”, elege-o Jorge Silva, curador da exposição Da Luz e das Sombras, patente até 22 de Março na Casa do Design de Matosinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *